Notícias e informativos
2020 2019 2018

NOSSA PREVENÇÃO AO CANCER JÁ COMEÇOU :

" Com doações de alimentos não perecíveis " .

Publicação:10 fevereiro de 2020
Horário: 14:00

A Campanha de prevenção do Câncer já chegou. Serão realizadas mamografias, preventivos e PSA. As faixas etárias para os exames são as seguintes:
Mamografia: 50 à 69 anos de acordo com as normas do Ministério da saúde. Mulheres na faixa etária dos 40 anos com histórico familiar.
Preventivo: Mulheres do 25 à 64 anos de acordo com as normas do Ministério da Saúde. PSA: Para os homens com idade a partir de 45 anos de idade. No dia de do seu exame apresente munido de Identidade, CPF, Comprovante de Residencia e cartão do SUS atualizado. Para maior organização os ACSs do município já estão preenchendo as documentações necessária para melhor fluxo e atendimento, assim como definindo os dias de cada micro área do município, para não haver nenhum transtorno ou excesso de exames em um dia especifico, uma vez que só podem ser realizadas 50 mamografias por dia por segurança medica das técnicas em radiologia. Já que estamos cuidando da nossa saúde não podemos ferir a do outro. Não é mesmo!?!
Não esqueça de trazer sua doação para a casa de Apoio da Fundação. Aproveite essa oportunidade e envie a sua doação. Há já estamos recebendo desde já. Você pode doar Açúcar, biscoito, leite de caixinha. Mas toda doação é bem vinda. Seja você também um parceiro da maior Fundação contra o câncer de Minas.

Programa Para Controle do Tabagismo :

" 22 de Janeiro de 2020 " .

Publicação: 23 de Janeiro de 2020
Horário: 12:00

A Atenção Básica (AB) ocupa uma posição privilegiada e estratégica para controle do tabaco dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), assim como para diversos outros agravos crônicos à saúde, resultado de seus quatro atributos essenciais: (1) primeiro acesso; (2) integralidade; (3) longitudinalidade; e (4) coordenação do cuidado (BRASIL, 2010). Para além desses quatro atributos, espera-se que as equipes de AB sejam resolutivas, ou seja, por meio de um cuidado qualifi cado e abrangente, resolvam a maior parte dos problemas de saúde da sua comunidade. Uma vez que o tabagismo é ainda um problema de saúde prevalente no País, é seguro que o cuidado da pessoa que fuma e a prevenção para o início deste hábito fazem parte do leque de suas responsabilidades.

O tabaco representa um grave problema para os sistemas nacionais de saúde. Apesar dos esforços de controle, seu uso se mantém prevalente em todo o mundo e cresceste na maioria dos países em desenvolvimento (excetuando o Brasil, onde a prevalência é decrescente desde o fi nal do século passado), defi nindo a “Epidemia Mundial do Tabaco” (GARRETT; ROSE; HENNINGFIELD, 2001; WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2001).
Primeira causa de morte evitável, o uso do tabaco gera altos custos sociais e econômicos.
Dessa maneira, urge fortalecer, ampliar e difundir os esforços de controle do tabaco no País, que vem apresentando importantes avanços nas últimas décadas. O controle do tabaco, no âmbito do cuidado/atenção em saúde, pode ser resumido em prevenção de iniciação e tratamento para cessação do uso do tabaco, ambos objetos deste material.
O tabagismo é, hoje, a principal causa global de morbimortalidade prevenível. O tratamento para cessação do tabagismo está entre as intervenções médicas que apresentam a melhor relação custo-benefício, superior inclusive aos tratamentos direcionados para hipertensão arterial leve a moderada, dislipidemia e infarto do miocárdio (BRASIL, 2001).
O usuário tabagista precisa ser acolhido e avaliado por sua equipe de saúde. Essa avaliação deve incluir uma investigação das principais doenças e fatores de risco relacionados ao tabagismo, bem como da avaliação do grau de dependência da pessoa ao cigarro, seu estágio de motivação para a cessação do tabagismo e suas preferências para o tratamento.
O Programa tem pelo menos 4 encontros do grupo de cessação de tabagismo. Ontem aconteceu a 1ª Sessão: Entender por que se fuma. Venha você também participar. Procure sua Unidade de Saúde ou o seu Agente Comunitário para mais informações.

JANEIRO BRANCO :

" Por uma cultura da Saúde Mental. " .

Publicação: 16 de Janeiro de 2020
Horário: 14:30

Janeiro Branco: por uma cultura da Saúde Mental. A Campanha Janeiro Branco pode ajudar o mundo a ser um lugar melhor.… Campanha Janeiro Branco: uma campanha dedicada a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos.

Uma campanha dedicada a mostrar às pessoas – e à sociedade – que os seres humanos são seres de conteúdos psicológicos e subjetivos, que suas vidas, necessariamente, são estruturadas em torno de questões mentais, sentimentais, emocionais, relacionais e comportamentais, sendo, portanto, imperioso e necessário, que a subjetividade humana possua lugar de destaque em nossa cultura e em nossos cotidianos, sob pena de sermos vítimas de nós mesmos e de quem despreza as próprias necessidades psicológicas e as necessidades psicológicas alheias. Uma Campanha pensada, planejada e projetada para a promoção de Saúde Emocional nas vidas de todos os indivíduos que compõe a humanidade, buscando estratégias políticas, sociais e culturais para que o adoecimento emocional seja prevenido, conhecido e combatido em todos os campos, esferas, dimensões e espaços em que o humano se faz presente. Uma Campanha que está dando certo. Uma Campanha que, por meio dela em todo o Brasil e em outros países, cidadãos, psicólogos e demais profissionais (da saúde ou não), estão se mobilizando para levar mensagens e reflexões aos indivíduos e às instituições às quais esses mesmos indivíduos encontram-se entrelaçados: “quem cuida da mente, cuida da vida”; “quem cuida das emoções, cuida da humanidade”; “quem cuida de si, já cuida do outro”; “sem psicoeducação não haverá solução”; “autoconhecimento: isso também tem a ver com a sua saúde mental”; “o que você não resolve em sua mente, o corpo transforma em doença”; “saúde mental pressupõe políticas públicas” e várias outras orientações, dicas e reflexões que têm o poder de chamar a atenção de todos para os cuidados consigo, com os outros e, também, para a importância das lutas por políticas públicas em defesa da Saúde Mental de todos. O mundo tem pedido isso e nós, psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais e demais cidadãos brasileiros envolvidos pelo Janeiro Branco, nos propusemos a atender a esse chamado e a esse pedido de ajuda por parte da humanidade. Sim – ações, orientações e reflexões a respeito das condições e características emocionais dos seres humanos mudam e salvam vidas. Isso se chama Psicoeducação e o Janeiro Branco nasceu para isso, por amor à humanidade, senso de responsabilidade social, senso de dever profissional e pura solidariedade humanística. Porque há sofrimentos que podem ser prevenidos. Dores que podem ser evitadas. Violências que podem ser impedidas, cuidadas ou reparadas. Exemplos que podem ser partilhados. Ensinamentos que podem ser difundidos em nome de povos mais saudáveis e mais bem resolvidos em termos emocionais.

Técnico da Gerência Regional de Saúde Flávio Bella :

" Implementação do Prontuário Electrónico " .

Publicação: 16 de Janeiro de 2020
Horário: 12:30

Dia 14 de Janeiro As equipes de Saúde do Município passaram por uma capacitação para implementação do Prontuário Electrónico com o Técnico da Gerência Regional de Saúde Flávio Bella.
O Prontuário Eletrónico do Cidadão (PEC), software que está sendo implantado pelo governo nas Unidades Básicas de Saúde com o objetivo de integrar as informações dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), é um importante passo no processo de digitalização de dados.
O PEC, criado pelo Departamento de Informática do SUS (Datasus), médicos podem consultar o histórico médico do cidadão, com acesso a informações de diagnósticos, atendimentos, exames e medicações passadas.
A a medida ajudará a reduzir custos ao evitar, por exemplo, a duplicidade de exames ou retiradas inadequadas de medicamentos, além de permitir acesso aos dados de todos os procedimentos que envolvem a atenção básica, como o trabalho das equipes dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), e outros programas como Saúde na Escola (PSE), todos integrados pelo e-SUS.

Nota informativa – Vigilância Sanitária Municipal

" “O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) ".

Publicação: 16 de Janeiro de 2020
Horário: 12:00


Nota informativa – Vigilância Sanitária Municipal Segundo Nota Oficial “O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) intimou a Cervejaria Backer a recolher do mercado, além da cerveja Belorizontina, todos os produtos fabricados no período de outubro de 2019 até a presente data.
A medida é para preservar a saúde dos consumidores. As análises exploratórias, realizadas pelos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária nas amostras dos produtos Belorizontina e Capixaba, confirmaram a presença dos contaminantes monoetilenoglicol e dietilenoglicol. Até o momento, três amostras foram analisadas. Estes produtos já estavam e continuam sendo retirados do mercado, por recolhimento feito pela própria empresa e por ações de fiscalização e apreensão dos serviços de fiscalização do Mapa O Ministério segue atuando nas investigações e tomando medidas para mitigar o risco apresentado pelas cervejas contaminadas pelas moléculas dietilenoglicol e monoetilenoglicol. O Mapa faz parte da força-tarefa de investigação das possíveis causas desta contaminação. Continuam as apurações para identificar as circunstâncias em que os fatos ocorreram, a fim de dar pleno esclarecimento à população.”
Os cidadãos poderão entregar voluntariamente os produtos que tiverem em casa, sendo lavrado Termo de Coleta pela vigilância Sanitária - Visa.
Esse é o novo lote contaminado- L2 1354.